Dúvidas frequentes: conheça tudo o que uma gestante precisa saber

No acompanhamento ecográfico da gestação cada exame tem um momento específico para ser realizado e sua correspondente interpretação. Veja abaixo algumas dúvidas frequentes sobre as ecografias que não podem deixar de serem feitas:

Quando deve ser feita a ecografia morfológica de primeiro trimestre?

Este exame pode ser feito de 11 semanas a 13 semanas e 6 dias. Porém preferencialmente deve ser realizada entre 12 e 13 semanas, quando conseguimos avaliar com maior qualidade as estruturas fetais. Tem a finalidade de avaliar anatomia fetal, checar os marcadores de aneuploidias (transluscência nucal, osso nasal, Doppler do ducto venoso) e definir risco de pré eclampsia e restrição de crescimento intra uterino precoce a partir do Doppler das artérias uterinas. Não deixe de conferir o post exclusivo dedicado a este exame.

Quando é possível saber o sexo do bebê?

O sexo fetal poderá ser visualizado entre 16 e 17 semanas, desde que o bebê esteja com as perninhas abertas!

Quando deve ser feita a ecografia morfológica de segundo trimestre?

De 20 a 24 semanas, preferencialmente entre 22 e 24 semanas. É o momento no qual toda a anatomia fetal será conferida. Também é oportuno para medir o colo uterino (pela via transvaginal) e fazer o cálculo de risco para parto prematuro.

O que é ecocardiograma fetal?

É o ultrassom que avalia de forma exclusiva o coração fetal. O melhor momento é entre 28 e 30 semanas. Em alguns casos pode ser realizado mais precocemente e em outras situações pode ser necessário uma avaliação posterior.

O que é Doppler?

A ecografia obstétrica com Doppler tem a finalidade de analisar fluxo feto placentário e útero placentário. São analisados 4 vasos: artéria umbilical, artéria cerebral média, artérias uterinas (direita e esquerda). A partir dessa avaliação podemos concluir bem estar fetal ou algum sinal de sofrimento, bem como resistência ou normalidade no fluxo das artérias uterinas. Na avaliação de alguns fetos pode ser necessário incluir o Doppler do ducto venoso.

Procure fazer seus exames em locais de confiança e com profissionais experientes em Medicina Fetal. Conte com a Medceu para realizar seus exames com segurança!

Texto escrito por Dra Júlia Batista Verano, CRM DF 20.604 | RQE Nº 14930

Área de atuação em Medicina Fetal – RQE Nº 18939

Fique por dentro das últimas notícias

Open chat