Três autoexames que toda mulher deve fazer

#SaúdedaMulherMEDCEU

Manter a rotina de consultas e exames em dia é fundamental para prevenir uma série de doenças comuns entre as mulheres, como é o caso do câncer de mama. Mas, além de ir ao médico regularmente, você também pode conhecer o seu corpo e se cuidar em casa.

Um simples toque pode mudar a sua saúde e qualidade de vida. Aprendendo a detectar alterações no próprio corpo, como nódulos, protuberâncias, partes fundas, manchas ou sinais, é possível buscar um diagnóstico médico de forma precoce e tratar as comorbidades, obtendo maiores chances de cura.

Por isso, o autoexame é tão recomendado por especialistas quando o assunto é a saúde da mulher. Bastam alguns minutos da rotina, sem mesmo precisar deixar o conforto do seu lar, para examinar os seios, barriga e pescoço, por exemplo, e ajudar na prevenção de diferentes complicações.

Neste sentido, selecionamos aqui 3 dicas de examinacao para incluir na rotina e cuidar melhor de você! Vamos lá?

1 – Autoexame das mamas

Na frente do espelho, observe os seus seios:

  • Com os braços caídos e levantados;
  • Com as mãos na cintura;
  • Com o braço para cima, faça movimentos circulares com os dedos em volta da mama, mamilos e axilas à procura de nódulos ou qualquer protuberância (com ou sem dor);
  • Aperte o mamilo cuidadosamente, da base até o bico, em busca de alguma secreção.

Caso note qualquer alteração, procure um médico!

2 – Tireoide

  • Segurando um espelho, beba água e coloque a cabeça para trás;
  • Ao engolir, observe se a área do “gogó” ficou com alguma saliência ou elevação;

Se sim, procure um médico!

3 – Diástase

  • Deite-se no chão com as pernas flexionadas e os pés apoiados;
  • Levante a cabeça, o pescoço e os ombros, como se fosse fazer um abdominal;
  • Pressione a área do umbigo com os dedos (5cm acima e 5cm abaixo), com movimentos circulares.

Notou alguma parte funda na região? Procure um médico!

Atenção! Vale lembrar que nenhum destes autoexames substitui uma análise junto a um médico para o diagnóstico. Caso você identifique algum sinal de alerta no seu corpo, após a consulta, um especialista poderá solicitar exames clínicos, como os de sangue e imagem, para confirmar ou não a existência das comorbidades. Outra recomendação importante é manter o seu checkup anual sempre atualizado.

Cuide-se!

Fique por dentro das últimas notícias

Open chat