ULTRASSONOGRAFIA OU ECOGRAFIA MAMÁRIA: QUE EXAME É ESTE?

O diagnóstico das doenças mamárias é um desafio para a medicina há anos. Com o intuito de melhorar o estudo das mamas, foram desenvolvidos vários métodos de exames por imagem.   Hoje abordaremos algumas questões sobre a ultrassonografia ou ecografia mamária (lembrando que ultrassonografia e ecografia são o mesmo exame).

O que é a ultrassonografia ou ecografia mamária?

A ultrassonografia mamária é um exame simples, que não utiliza radiação ionizante (raio-x) para a formação das imagens e, por isso, não possui contraindicações. É realizada por médico(a) especialista, que aplica uma fina camada de gel sobre a pele das mamas e desliza o transdutor (parte do aparelho de ultrassonografia) em toda a extensão mamária.

Para que o exame seja realizado de forma precisa, é necessário que o aparelho apresente alta resolução na formação das imagens e que o médico tenha a capacitação necessária para a identificação e interpretação dos achados. Nas mulheres maiores de 40 anos é fundamental a correlação com a mamografia para aumentar a capacidade diagnóstica.

Quais são as indicações mais comuns da ultrassonografia mamária?

  1. Para a avaliação de nódulos caracterizados à mamografia, a fim de diferenciar se o mesmo é sólido ou cístico (líquido).
  2. Para o estudo dos nódulos em mulheres com menos de 40 anos.
  3. Para a pesquisa de processos inflamatórios, abcessos e de acúmulo de líquidos após cirurgias.
  4. Nos casos de pré-operatório de cirurgia estética e para a avaliação da integridade dos implantes mamários.
  5. É o método de escolha para orientar procedimentos de biópsias ou de drenagem das lesões visualizadas à ultrassonografia.
  6. Pode ser indicada ao auxílio no rastreamento do câncer de mama em mulheres com mamas densas à mamografia.

A ultrassonografia mamária pode substituir a mamografia no rastreio para o câncer de mama?

Não existem dados que justifiquem a indicação da ultrassonografia mamária como único exame no rastreamento do câncer de mama de forma geral, pois a mamografia tem se mostrado muito superior na detecção precoce desse câncer.

No entanto, a ultrassonografia mamária pode ser solicitada de forma complementar à mamografia, a fim de ampliar a capacidade diagnóstica dos dois exames, que devem ser correlacionados.

Lembramos que a mamografia é o método de escolha para o rastreamento de mulheres maiores de 40 anos e sem sintomas, devendo ser realizada anualmente.

Texto escrito por Dra. Ana Karina de Ataide Feitosa. CRM-DF 17.435.

Fique por dentro das últimas notícias

Open chat